“Oportunismo político “, diz Paulo Câmara sobre ato da oposição

.O governador de Pernambuco Paulo Câmara considerou como “oportunismo político” o ato realizado pela oposição, nesta segunda-feira (11), no Paço Alfandega, no Recife Antigo.

A declaração foi dada enquanto o governador participava da homenagem ao bicentenário da Revolução Pernambucana de 1817, na Assembleia Legislativa de Pernambuco, também nesta segunda.

A manifestação da oposição reuniu nomes da política como: Bruno Araújo (PSDB), Mendonça Filho (DEM), Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (PMDB). O políticos se preparam para compor o grupo “Pernambuco quer Mudar”, com formação prevista para março de 2018. Paulo Câmara disse que existem outros assuntos mais importantes a serem tratados.

“A gente ver muito claramente esse movimento em plena segunda-feira, no horário de expediente e diante de tantas dificuldades… Não é momento de fazer campanha política, não é momento de fazer politicagem, eu acho que não é momento da gente buscar diante de tantas dificuldades oportunismo político para questões que são tão sérias”, comentou.

Três prefeituras tiram nota zero em transparência

As prefeituras de Maraial, Exu, Carnaubeira da Penha, Vitória de Santo Antão, Betânia, Catende, Água Preta, Ribeirão, Santa Maria da Boa Vista e Tracunhaém são as que têm os piores níveis de transparência no Estado de Pernambuco. De acordo com o levantamento do Tribunal de Contas do Estado – TCE-PE, três delas não dispõem sequer de portais de transparência e tiraram nota zero no estudo. São elas: Ribeirão, Santa Maria da Boa Vista e Tracunhaém.

Já os municípios de Recife, Jaboatão dos Guararapes, Garanhuns, Gravatá, Brejinho, João Alfredo, Calçado, Olinda, Cabrobó e Taquaritinga do Norte se posicionaram no topo do ranking dos que ocupam as 10 melhores posições.

O estudo é produzido anualmente desde 2015 e foi elaborado a partir de um diagnóstico dos portais de transparência das 184 prefeituras do Estado. Para cada portal avaliado foi calculado o Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco – ITMpe, que pode variar entre zero e 1.000 pontos.

Viatura da PM capota em Quixaba

Uma viatura do 23º BPM, de Afogados da Ingazeira, capotou  na Rodovia Estadual PE 329 entre Carnaiba e Quixaba, nas proximidades do sitio Pau Darco, zona rural de Quixaba.

O acidente aconteceu nas primeiras horas da manhã do último  domingo (10) sentido Carnaíba/Quixaba.

No veiculo seguiam  o Cabo PM Lisboa Lima e o Soldado Victor que guiava a viatura, os ocupantes não sofreram nenhum ferimento, saindo ilesos do capotamento.

O carro que seguia pela rodovia capotou diversas vezes ficando fora da pista.

Do Blog do Cauê Rodrigues 

Temer passa por novos exames urológicos

O presidente Michel Temer (PMDB) fez novos exames urológicos no posto de saúde do Palácio do Planalto, hoje. Segundo auxiliares, o presidente cumpriu atividades no Planalto e depois seguiu para o posto de saúde da Presidência onde passou por exames.

Temer se submeteu a uma cirurgia na próstata em outubro. O Planalto disse que foi um novo “check-up”.

BEPI e Polícia Federal erradicam 3.600 pés de maconha em Betânia

Policiais federais e soldados do Batalhão Especializado em Policiamento do Interior (BEPI) erradicaram cerca de 3.600 pés de maconha nesse domingo (10) no Sertão do Moxotó. A plantação foi encontrada no Sítio Pipoca, às margens do Riacho do Navio, na zona rural de Betânia.

A polícia informou que um homem, suspeito de ser proprietário do plantio, fugiu ao perceber a aproximação do efetivo. Os pés de Cannabis Sativa foram cortados e queimados no local, sendo uma pequena amostra levada para servir como prova na Delegacia de Serra Talhada, que vai tentar identificar o responsável.

Mesmo se não for votada este ano, reforma não sairá da agenda

Blog do Valdo Cruz

O presidente Michel Temer e seus aliados fazem nesta semana uma ofensiva final para tentar aprovar ainda neste ano a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados.

Se não conseguirem, já estão mandando um recado para quem tem a expectativa de tirar o assunto do debate no ano eleitoral: o tema não sairá da agenda em 2018, e o governo seguirá tentando aprovar as novas regras de aposentadoria.

A mensagem está presente nas entrevistas concedidas tanto por Temer como pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, nos últimos dias.

No domingo, em Buenos Aires, Temer foi claro ao dizer que, se não for possível aprovar na Câmara neste ano, o governo quer encerrar a discussão na Casa agora e votá-la no início do próximo ano.

Rodrigo Maia foi na mesma linha hoje. Ao dizer que não colocará a reforma da Previdência para votar semana que vem se houver risco de derrota, o presidente da Câmara afirmou que isso não significa que a proposta sairá da agenda. “A reforma não sairá da pauta no ano que vem, vamos insistir na sua votação”, afirmou Maia.

A estratégia de Temer e Maia é dirigida aos aliados que apostam numa desistência do governo de seguir tentando votar a reforma caso não seja aprovada neste ano na Câmara dos Deputados.

Em outras palavras, aqueles que tentam fugir da discussão sobre a reforma da Previdência não vão escapar do debate no ano eleitoral. Daí que seria melhor aprovar as novas regras agora e tirar o assunto do debate das eleições.

Temer tem dito nas reuniões com sua equipe que decidiu não jogar a toalha em relação à reforma da Previdência. Avalia que, se não for votada agora na Câmara e no início do ano que vem no Senado, as mudanças na aposentadoria dos brasileiros será um dos principais temas da campanha eleitoral de 2018.

Aí, tem afirmado o presidente, os parlamentares e candidatos terão de se expor sobre o tema. E o governo seguirá na sua campanha de esclarecimento, mostrando que, sem a reforma, a crise fiscal se agravará, e o pagamento das aposentadorias correrá risco no futuro, tal como aconteceu em países como a Grécia.

Hoje, como parte da ofensiva pela aprovação da reforma, Temer se reuniu com representantes dos ministérios de Cidades, Integração Nacional e Saúde para identificar pendências de pedidos de deputados da base aliada e buscar uma solução.

A ordem é atender tudo o que for possível a fim de tentar atingir os votos necessários para aprovar a reforma (308 na Câmara). Além de cargos, Temer iria tratar com seus auxiliares da liberação de recursos de emendas parlamentares.

Petrolândia: Trabalhadores rurais ocupam hidrelétrica de Itaparica

Cerca de dois mil agricultores dos projetos de irrigação do Sertão de Itaparica ocuparam, desde a madrugada desta segunda-feira (11), as dependências da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga, entre os municípios pernambucanos de Petrolândia e Jatobá. O movimento é liderado pelo Polo Sindical e Comissões dos Projetos de Itaparica.

A cobrança gira em torno da reabertura da mesa de diálogo com o Governo Federal, garantindo que seja alocado no Orçamento Geral da União para 2018 recursos para garantir a funcionalidade de todos os projetos.

Os trabalhadores afirmam que todos os projetos estão, hoje, com 60% das áreas com plantios e querem a garantia para a manutenção, tendo em vista que eventuais prejuízos aos projetos também representam prejuízos para toda a região. Ele pretendem ficar no local até que seja aberto o diálogo