Rodrigo Maia quer pressa

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse, ontem, que respeitado os prazos regimentais, quer votar “o mais rápido possível” a eventual denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer.  “Não dá para ficar carregando isso para o próximo semestre.

Para o Brasil, é importante que o assunto termine logo, não pode ficar 15 dias pendurado no recesso e parando o Brasil”, afirmou.

Para que uma denúncia da PGR contra o presidente da República vire processo, é necessária a autorização da Câmara. Segundo Maia, o ideal é que a votação seja resolvida logo para que não inviabilize as reformas que o Congresso precisa discutir, como a trabalhista e a da previdência.

Cadê a delegada?

Do Blog do Magno 

Em entrevista ao comunicar Nill Júnior, da Rádio Pajeú, o deputado Júlio Cavalcanti (PTB) cobrou do governador Paulo Câmara (PSB) a abertura da Delegacia da Mulher em Afogados, cuja estrutura foi aberta há mais de dois anos e não funciona por falta da nomeação de uma delegada.

Criticou, também, a falta de segurança e o aumento da violência, destacando o crescimento de 20% no número de homicídios no município pela média dos últimos cinco meses de 2017 comparado com 2016. “Temos hoje um governo acéfalo, sem comando, um total descontrole no Estado”, afirmou.

Ele também criticou a decisão de entregar o Hospital de Afogados a uma OS. “Estão fazendo a política do fazer menos, gastando mais”, acrescentou.

Belemita Sérgio Caribé brilha internacionalmente

O belemita Dr.Sérgio Caribé, filho do ex-deputado estadual Aníbal Caribé postou em seu Facebook tudo sobre sua recente viagem a Washington onde participou da DC de painéis e rodadas de negociação cooperativa entre Estados, organismos internacionais e entidades não-governamentais durante a VI Cúpula M-Enabling. Abaixo e na íntegra o post do Dr. Sérgio Caribé.

Compartilho com os amigos que no dia 12/6, integrando a delegação brasileira, participei em Washington DC de painéis e rodadas de negociação cooperativa entre Estados, organismos internacionais e entidades não-governamentais durante a VI Cúpula M-Enabling, que tem como objetivo promover e incentivar a profusão de tecnologia acessível e assistiva para idosos e pessoas com deficiência.

A delegação brasileira estava composta de representantes do poder público e da sociedade civil organizada, entre os quais: Mara Gabrilli, Deputada Federal; Marco Pellegrini, Secretário Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência; Sônia da Costa, Diretora de Políticas e Programas para Inclusão Social do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; José Otávio Motta Pompeu e Silva, Professor e Coordenador do Núcleo de Tecnologia Assistiva da UFRJ; e, Sérgio Murilo Jr., Diretor do Grupo Ser Educacional.

Fachin tira de Moro investigação sobre irmão de Lula

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), reconsiderou sua decisão de enviar ao juiz Sergio Moro as citações da delação da Odebrecht a pagamentos ao irmão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Frei Chico.

Em resposta a um agravo regimental proposto pela defesa de Lula, Fachin decidiu que o material deve ser encaminhado à Justiça de São Paulo.

José Ferreira da Silva, nome de Frei Chico, é o irmão mais velho de Lula. Os delatores Alexandrino Alencar, ex-diretor de Relações Institucionais da empreiteira, e Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, que chefiou o chamado departamento de propinas da empreiteira, disseram à Procuradoria­Geral da República (PGR) que Frei Chico recebia uma espécie de mesada.

“Narram os executivos que os pagamentos eram efetuados em dinheiro e contavam com a ciência do ex-presidente, noticiando-se, ainda, que esse contexto pode ser enquadrado na mesma relação espúria de troca de favores que se estabeleceu entre agentes públicos e empresários”, diz a petição enviada por Fachin à Justiça de Curitiba à época do desmembramento dos casos relacionados à delação dos executivos da empreiteira baiana.

Para Fachin, após o recurso da defesa de Lula e a análise dos depoimentos não foi possível constatar a “relação dos fatos com a operação de repercussão nacional que tramita perante a Seção Judiciária do Paraná”.

“À luz dessas considerações, nos termos do art. 317, parágrafo 2º, do RISTF, determino a remessa de cópia dos termos de depoimento dos colaboradores Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho (Termo de Depoimento n. 9) e Alexandrino de Salles Ramos Alencar (Termo de Depoimento n. 17), e documentos apresentados, à Seção Judiciária de São Paulo”, conclui o ministro.

Clebel: “Quem não se aliar aos Coelhos vai sofrer “

Blog do Edenevaldo Alves

Ex-aliado de Julio Lóssio (PMDB), o prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro (PMDB), se aliou ao grupo do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB).

De acordo com as declarações do gestor, a aliança política tem o objetivo de levar cada vez mais desenvolvimento para o município.

“Quem não se aliar aos Coelhos, quem não vier pedir a bênção, quem não vier pedir arrego, vai passar por sérias dificuldades. Temos hoje um ministro, um senador, temos um deputado federal que hoje é Coelho, justamente para isso, para ajudar o município. Salgueiro vai crescer, vai desenvolver porque acreditamos nisso”, comentou Cordeiro.

O prefeito ainda declarou que presença do grupo político dos Coelho em Salgueiro significa uma nova forma de pensar ações para o município. “Quando nós demos a palavra que íamos quebrar o cadeado velho, foi a hora que levamos os Coelhos para Salgueiro.

Acredito que vai trazer a diferença na nossa cidade. Estamos buscando ajuda a quem tem, a quem pode ajudar”, finalizou Clebel.

Uma renúncia de Temer acalmaria o país?

Por Juan Arias, El País

Talvez o presidente Michel Temer se arraste legalmente até 2018, mas seu mandato e seu governo estão mortos. Estão sendo sepultados pelas investigações da Lava Jato e pelo esforço de todos para fazê-la naufragar.

O que fazer? A renúncia de Temer acalmaria os ânimos de uma sociedade cada dia mais perplexa e que começa a desconfiar até da justiça, que parecia o último baluarte de esperança para regenerar o sistema?

Dizem que alguns partidos e políticos importantes prefeririam que Temer chegasse sangrando a 2018.

Isso interessa ao país?

Existe, sem dúvida, o problema pessoal do presidente, que só ele pode resolver segundo sua consciência, e existe o que seria melhor para o país, para sua economia e para sua estabilidade democrática.

O dilema não é fácil e, apesar de faltar pouco mais de um ano para as novas eleições presidenciais, pode se tratar de um tempo infinito que acabe minando ainda mais instituições já cambaleantes.

Prefeito de Cabrobó confirma nomeação vice Pedro Caldas para Secretaria de Finanças e Gestão

O prefeito de Cabrobó, Marcilio Cavalcante confirmou a nomeação do seu vice Pedro Caldas para Secretaria de Finanças e Gestão do município.

A portaria foi assinada com efeito retroativo, 02 de junho e conforme matéria do Blog do Didi Galvão é uma forma de Marcilio Cavalcante mostrar que não existe afastamento entre ele e o vice Pedro Caldas.

Ninguém se arrisca também em falar de distanciamento entre Marcílio e o ex-prefeito Eudes Caldas que alguns comentaram que o mesmo estaria ensaiando uma aproximação com o senador Fernando Bezerra Coelho.